Animais

Governo proíbe caça nos terrenos afetados pelo incêndio de Monchique

Governo proíbe caça nos terrenos afetados pelo incêndio de Monchique

A partir desta sexta-feira (21 de setembro), está proibida a caça nos terrenos situados no interior do perímetro da área atingida pelo incêndio que deflagrou nos concelhos de Monchique, Odemira, Portimão e Silves. De acordo com o Executivo, “a proibição estende-se igualmente a uma faixa de proteção de 250 metros envolvente daquela linha perimetral.”

Esta proibição estará em vigor até ao final da época venatória 2018/2019 e tem como objetivo restabelecer as populações de espécies cinegéticas que foram afetadas pelo incêndio naquelas áreas rurais.

De fora desta medida fica a caça ao javali, uma vez que, de acordo com o Ministério da Agricultura, “se trata de uma população com um número elevado de efetivos, à qual devem ser aplicadas medidas de gestão que adaptem o número de indivíduos aos recursos existentes.”

A portaria determina ainda que as entidades concessionárias de zonas de caça associativa e turística, cujos terrenos se encontrem abrangidos por esta proibição, fiquem isentas, durante o ano de 2019, do pagamento da taxa anual de manutenção da concessão.