Medicina Veterinária

Veterinários britânicos temem que Brexit sem acordo coloque em causa a disponibilidade de medicamentos

Veterinários britânicos temem que Brexit sem acordo coloque em causa a disponibilidade de medicamentos

Os médicos veterinários temem que um Brexit sem acordo coloque em causa a disponibilidade de alguns medicamentos veterinários. De acordo com a BBC, a British Veterinary Association (BVA) diz estar preocupada com produtos com validades reduzidas, como as vacinas.

A BVA diz que um Brexit sem acordo pode criar algumas disrupções no mercado dos medicamentos veterinários, o que teria “um potencial impacto nocivo” no bem-estar e saúde animal, assim como na saúde pública, já que há doenças transmissíveis entre humanos e animais.

A associação lembra ainda que a maioria dos medicamentos veterinários utilizados no Reino Unido são produzidos na União Europeia ou entram no país mediante acordos estabelecidos pela comunidade europeia.

O Royal College of Veterinary Surgeons (RCVS) também já se pronunciou e diz que além dos medicamentos veterinários está também em causa a força de trabalho do setor, estimando-se que metade dos médicos veterinários que exercem no Reino Unido sejam recrutados noutros países da UE todos os anos.