Medicina Veterinária

Brexit: britânicos aprovam novas regras para registo de enfermeiros veterinários

Brexit: britânicos aprovam novas regras para registo de enfermeiros veterinários

O Conselho do Veterinary Nurses (VN), do Royal College of Veterinary Surgeons (RCVS), aprovou novas regras para o registo de enfermeiros veterinários da Zona Económica Europeia depois do Brexit, à semelhança do que já tinha acontecido para os médicos veterinários.

Com as regras atualmente em vigor, os enfermeiros veterinários com qualificações significativamente diferentes ao nível de competências exigido pela RCVS terão que se submeter a um exame por parte da organização ou passar por um período de adaptação supervisionado, que pode chegar a três anos.

Recorde-se que recentemente o Reino Unido aprovou a emenda dos ‘Cirurgiões Veterinários e Bem-Estar Animal’, que permite ao RCVS reconhecer os médicos veterinários com formação na Zona Económica Europeia e na Suíça de forma automática, sem avaliações adicionais para cumprir os critérios britânicos.

A normativa é uma proposta do Lord Gardiner de Kimble, que refere que “se o RCVS considerar que a formação que o médico veterinário possui cumpre os requisitos ou é equivalente à existente numa escola de veterinária do Reino Unido não existe necessidade de avaliação adicional das suas competências ou conhecimentos”.