Médicos Veterinários

Brexit: aprovada lei que permite a veterinários da UE continuar a exercer no Reino

Brexit: aprovada lei que permite a veterinários da UE continuar a exercer no Reino

A Câmara dos Lordes aprovou esta sexta-feira (8 de janeiro) uma normativa que permite ao Royal College of Veterinary Surgeons (RCVS) continuar a registar médicos veterinários da Zona Económica Europeia depois do Brexit.

A emenda dos ‘Cirurgiões Veterinários e Bem-Estar Animal’, como fica agora conhecida, permite ao RCVS reconhecer os médicos veterinários com formação na Zona Económica Europeia e na Suíça de forma automática, sem avaliações adicionais para cumprir os critérios britânicos.

A normativa é uma proposta do Lord Gardiner de Kimble, que refere que “se o RCVS considerar que a formação que o médico veterinário possui cumpre os requisitos ou é equivalente à existente numa escola de veterinária do Reino Unido, não existe necessidade de avaliação adicional das suas competências ou conhecimentos”.

“O colégio acredita que a maioria dos candidatos de países da Zona Económica Europeia cumprem os requisitos. Se isto não se verificar, os candidatos terão que fazer um exame do RCVS”, acrescenta.