Ohio: Ração terapêutica deixa de requerer prescrição veterinária

Ohio: Ração terapêutica deixa de requerer prescrição veterinária

De acordo com o “DVM Newsmagazine”, a compra de ração terapêutica deixou de requerer prescrição veterinária no Estado de Ohio, bem como de estar sujeita a uma relação médico veterinário/ cliente/ paciente.

A nova lei foi estabelecida pelo Ohio Board of Pharmacy, que emitiu aos médicos veterinários uma actualização da lei de Ohio, a qual retira o estatuto de «medicamento perigoso» às rações terapêuticas, deixando estas, por conseguinte, de necessitar de prescrição médica.
O director-executivo daquele organismo, Bill Winsley, relaciona estas rações ao fármaco Tylenol, vendido como medicamento não sujeito a receita médica (MNSRM). Em adição, regulações federais não restringem a venda de ração terapêutica ao âmbito da Medicina Veterinária, acrescentou.