Nutrição

Comida crua para animais pode representar risco para os humanos

Comida crua para animais pode representar risco para os humanos

O Presidente da Veterinary Public Health Association (VPHA), do Reino Unido, Collin Willson, acredita que a alimentação crua dos animais pode representar um risco para a saúde humana. De acordo com uma notícia publicada pelo Vet Times, uma investigação daquela organização descobriu que a comida crua é causa por detrás de uma estirpe de E.Coli (STEC ) que está a causar um surto em humanos no Reino Unido e que já levou à morte de uma pessoa.

A notícia surge depois de uma investigação da VPHA, que confirmou a existência da toxina stx2a, conhecida por estar associada a casos mais severos de contaminação com E.Coli e ao desenvolvimento de Síndrome Hemolítica-Urémica, que causa insuficiência renal e anemia,

De acordo com Collin Willson, que é também médico veterinários na Food Standards Agency (FSA) do ponto de vista da saúde humana, “o risco de alimentar os animais com certos tipos de comida crua é enorme”.

“Se pregarmos num alimento que não é adequado para o consumo humano e o processarmos, mas não o cozinharmos, e depois o vendermos ao público… quantas pessoas alimentariam o seu animal numa área de preparação diferente daquela onde preparam a sua própria comida? Na minha opinião, os riscos são enormes”, diz ao Vet Times.