Animais de Companhia

BVA lança guia para “utilização responsável” de animais em publicidade

BVA lança guia para “utilização responsável” de animais em publicidade

A British Veterinary Association (BVA) lançou um ‘código de boas práticas’ para uma “utilização responsável” de animais de estimação em campanhas publicitárias. A associação defende que “as campanhas de marketing usam imagens de animais de diferentes formas para ‘atingir’ diferentes segmentos demográficos e as situações representadas nestes materiais nem sempre refletem ou encorajam os comportamentos que se devem ter no dia-a-dia”.

O documento conta com o apoio de diversas associações veterinárias e de promoção do bem-estar animal e pede que as produções publicitárias com animais passem a contar com a presença de um médico veterinário para garantir que todas as normas de bem-estar são cumpridas e, sobretudo, bem representadas nos anúncios.

A associação recomenda, assim, que todas as imagens publicitárias representem de forma correta cinco normas de bem-estar principais:

  • A necessidade de um ambiente adequado;
  • A necessidade de uma dieta adequada;
  • A necessidade de exibir padrões de comportamento adequados;
  • A necessidade de serem albergados com, ou longe, de outros animais, dependendo do animal ou situação;
  • A necessidade de serem protegidos de dor, sofrimento ou doenças.

Este guia de boas práticas surge como resposta a um estudo da BVA que revela que 44% dos médicos veterinários reportam ter visto algum anúncio publicitário no último mês que exibia ou representava a imagem de animais que não exibiam um comportamento considerado normal. A associação defende ainda que só através de uma correta representação das condições de bem-estar adequadas é que é possível promover o bem-estar animal, uma dieta adequada e condições de vida adequadas para os animais.