animais

Animais selvagens fora dos circos em seis anos

Animais selvagens fora dos circos em seis anos

Nos próximos seis anos, os circos terão que deixar de usar animais selvagens. A medida foi aprovada na passada semana no parlamento com os votos do PAN, BE, PEV, PSD e PS.

De acordo com a proposta aprovada, os circos que entregarem os seus animais selvagens voluntariamente receberão “apoio para a reconversão e qualificação profissional”. André Silva, deputado do PAN, explica que este “é um passo muito importante porque o Parlamento reconhece que jaulas maiores, melhor regulamentação e mais fiscalização não resolve o problema. E é um passo muito importante porque esta lei é a única no mundo que garante aos trabalhadores dos circos que cedam voluntariamente os animais o direito ao apoio para reconversão e qualificação profissional”.

Os animais que forem entregues de forma voluntária ao Estado serão colocados em centros de acolhimento, em Portugal ou no estrangeiro, “que garantam o seu bem-estar de acordo com as características e necessidades biológicas e etológicas dos animais em causa”. Por sua vez, os trabalhadores do circo que optem pela entrega, serão integrados no Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP).