Quantcast
CAMV

Médico veterinário brasileiro cria cursos de gestão para clínicas veterinárias portuguesas

Marco A. Gioso é uma referência incontornável na medicina veterinária do Brasil. É médico veterinário, odontólogo e professor, formado pela Universidade de São Paulo e diplomado pelo Colégio Americano de Odontologia Veterinária. No final dos anos 90 apaixonou-se pela área da gestão e do marketing e, desde então, dedica grande parte do seu tempo a ensinar médicos veterinários a melhorarem a performance das suas empresas – clínicas veterinárias. Já ministrou cursos e palestras um pouco por todo o mundo, inclusive Portugal. Vendo os seus eventos online ganharem notoriedade no meio, pretende agora contribuir para a gestão empresarial dos médicos veterinários portugueses.

O que o fez começar a aproximar-se mais da área da gestão das clínicas veterinárias?

Nas palestras que dava comecei a reparar que as pessoas perguntavam, com bastante frequência, o preço das consultas. Na altura, eu só dava aulas, cursos e palestras e não tinha consultório particular, então a minha perceção correspondia ao laboratório onde trabalhava, de odontologia comparada, na Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo e também pelos médicos veterinários das associações onde era voluntário, diretor e presidente. Assim, fui tendo conhecimento dos preços praticados em outros locais particulares, incluindo quase todos os países da América do Sul, EUA (onde morei por alguns anos), Europa e outros, e percebi que os profissionais questionavam muito por ser “caro”. Eu próprio comecei a questionar porque é que alguns médicos veterinários sabiam cobrar, e convenciam as pessoas a pagar, e outros não. Isso fez-me ficar com a ‘pulga atrás da orelha’ e, mais tarde, iniciei estudos na área do marketing. No final da década de 90, passei a introduzir a temática da gestão nos cursos de cirurgia e odontologia que dava. Aqueles 15 minutos, em que falava sobre isso, multiplicaram-se e, com o tempo, passaram para uma hora ou para o período todo. A palestra inverteu e começaram a chamar-me para palestras na área da gestão e vendas. Hoje dedico cerca de 80% do meu tempo a esta área, ainda que não descure a outra. Fiz um MBA de especialização de gestão e marketing e, desta forma, cheguei aqui. Hoje faço assessoria e treinamento para empresas e equipas de alta performance, incluindo os maiores hospitais brasileiros e também clínicas pequenas e médias. Habitualmente os médicos veterinários não gostam muito da área da gestão e, no fundo, eu tento ensiná-los a gostar. Por enquanto tem dado muito certo.

O que o fascina na área da estão?

Tudo me fascina na área da gestão. Os médicos veterinários não têm, na maioria, perfil de empresários, ainda que alguns sejam proprietários de clínicas. Têm conhecimento de procedimentos técnicos e clínicos de diagnóstico e tratamentos, mas não têm ferramentas de gestão. Nos cursos de medicina veterinária não são facultadas essas competências, não faz parte da matriz de conhecimento. Eu próprio criei uma disciplina de empreendedorismo e marketing na faculdade onde dou aulas, mas este tipo de abordagem é raro. O Brasil tem mais de 400 faculdades de veterinária. Só na cidade de São Paulo são mais de 20. O certo é que os médicos veterinários quando passam por cursos de gestão começam a gostar. O fascinante é que os números mostram caminhos além daqueles que eles já conheciam. Vão crescendo, melhoram a faturação, passam a ter dinheiro para comprar equipamentos de melhor qualidade, o rendimento aumenta e há maior lucro. De repente já podem fazer aquela viagem que lhes possibilita assistir e participar em congressos nacionais e internacionais. Sentem a prosperidade na sua família e equipa.

O certo é que os médicos veterinários quando passam por cursos de gestão começam a gostar. (…) os números mostram caminhos além daqueles que eles já conheciam. Vão crescendo, melhoram a faturação, passam a ter dinheiro para comprar equipamentos de melhor qualidade, o rendimento aumenta e há maior lucro.

E como tem sido a procura por parte dos diretores clínicos? Há cada vez mais médicos veterinários a recorrer a empresas que prestam apoio na área da gestão do negócio?

Existem três grandes áreas dentro da veterinária: a clínica, a loja e a estética – que inclui banho, tosquia, entre outros. A maioria dos profissionais que me procuram são veterinários e cerca de 40 % são investidores. No Brasil existem cerca de 200 mil médicos veterinários − sendo que metade se dedica ao pequeno animal − e, todos os anos, saem dez mil novos estudantes das faculdades. Se não tiverem um diferencial, eles morrem. Neste sentido, percebem que têm de se diferenciar além da técnica e tratamento, o que passa pela gestão do negócio.

A Vetcoaches – empresa de consultoria, assessoria e treinamento de equipas veterinárias – da qual é fundador, tem lançado, ultimamente, cursos online que, agora, pretende também alargá-los para os profissionais portugueses de medicina veterinária. Como é que surgiu esta ideia?

A língua é a mesma. Eu falo português, não é tão bom quanto o vosso (risos) − porque a origem está em Portugal −, mas creio que me entendam. E, inclusivamente, como já mencionei, dei várias palestras e cursos em Portugal. Ao longo do tempo tenho formado milhares de pessoas que faturavam 50 e agora faturam 500. Porque não levar isto para Portugal? Sei que já existem pessoas a fazer isto aí, e fazem-no bem, mas com a minha experiência acho que posso contribuir de forma positiva para a gestão empresarial dos médicos veterinários portugueses.

Ao longo do tempo tenho formado milhares de pessoas que faturavam 50 e agora faturam 500. Porque não levar isto para Portugal? Sei que já existem pessoas a fazer isto aí, e fazem-no bem, mas com a minha experiência acho que posso contribuir de forma positiva para a gestão empresarial dos médicos veterinários portugueses.

Quais são os principais temas que pretende abordar nestes cursos?

Eu pretendo fazer vários encontros online na área da gestão e do marketing, aulas gratuitas de 1h/1h30, para aguçar a curiosidade do colega. Aqui no Brasil tem feito muito sucesso. Eu percebo a necessidade que existe, de facto, de absorver e aperfeiçoar mais os conhecimentos de gestão, porque há uma grande lacuna nesta vertente. A ideia é que a empresa, pelos sistemas que criou, se consiga alinhar sozinha sem a presença do seu diretor. Cerca de 95% dos médicos veterinários com que falo no mundo inteiro dizem-me que não conseguem fazer isto. E isso leva-me a uma segunda questão: gestão de pessoas e processos. E é aí que eu entro. Ensino quais os sistemas que precisa aprender e aplicar, do ponto de vista financeiro, salários, aluguer da clínica, entre outros. Tenho uma visão macro e micro do mercado.

Cerca de 95% dos médicos veterinários com que falo no mundo inteiro dizem-me que não conseguem fazer isto. E isso leva-me a uma segunda questão: gestão de pessoas e processos. E é aí que eu entro. Ensino quais os sistemas que precisa aprender e aplicar, do ponto de vista financeiro, salários, aluguer da clínica, entre outros. Tenho uma visão macro e micro do mercado.

Lives e cursos sobre gestão e marketing para veterinários

Durante 1h30, das 20h as 21h30 (horário de Portugal), o professor Marco Gioso vai estar em direto na sua página de Instagram (@marco_gioso) em conversas sobre clínicas veterinárias de alto desempenho e o necessário para alcançar a excelência. Este pretende ser um diálogo entre pares, com perguntas e respostas.

Datas:

  • Abril: 28;
  • Maio: 5 e 18;
  • Junho:  16 e 23;
  • Julho: 7, 14 e 21.

Além das lives, Marco Gioso anuncia também que está a organizar um curso sobre a mesma temática – gestão e marketing − especificamente para médicos veterinários portugueses. “Este curso, que ministro há mais de uma década, terá a duração de quatro dias, com custo muito atrativo”, adianta. O contacto para inscrição nos cursos poderá ser feito através do Instagram (@marco_gioso).

Datas e horário:

  • Julho:
    • Dia 23 (10h às 18h);
    • Dia 28 (20h às 22h);
    • Dia 30 (10h às 18h);
    • Dia 31 (10h às 18h);
  • Agosto:
    • Dia 1 (domingo): consultoria/aula bónus.

 

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?