Médicos veterinários

Veterinários acupuntores congratulam OMV pela inclusão da acupuntura como ato médico veterinário

Veterinários acupuntores congratulam OMV pela inclusão da acupuntura como ato médico veterinário

A Associação Portuguesa de Acupuntura Médico-veterinária (APAMV) congratulou hoje a Ordem dos Médicos Veterinários (OMV) pela inclusão da acupuntura animal como ato próprio do médico veterinário.

“Trata-se na nossa opinião de uma grande conquista de toda a classe, clarificando a necessidade desta modalidade terapêutica ser realizada por um médico veterinário e assim salvaguardando a saúde e o bem-estar animal contra os riscos inerentes à sua realização por outros agentes sem preparação para tal”, escreveu João Paulo Marques, presidente da APAMV, num e-mail enviado à redação da VETERINÁRIA ATUAL.

O parecer positivo do Conselho Diretivo da OMV foi transmitido na semana passada à classe médica veterinária através da newsletter da Ordem. “Este parecer, tornado agora público à classe, é uma resposta ao pedido de reconhecimento da acupuntura como técnica terapêutica a incluir no ato próprio do médico veterinário, dirigido pela APAMV à OMV em setembro de 2018”, revela a APAMV em comunicado enviado pelo seu presidente.

A decisão vem colocar a OMV e o seu Conselho Profissional e Deontológico (CPD) em posições antagonistas, já que em abril de 2018 o CPD tornou pública a sua posição contra as “terapêuticas não-convencionais” à margem do 8.º Encontro de Formação da OMV.

A polémica instigou a criação de um grupo de trabalho pelo Conselho Diretivo da OMV, que ouviu vários pareceres de diversas entidades, incluindo o próprio CPD, bem como estabelecimentos de ensino superior de Medicina Veterinária. “O contributo da APAMV para este grupo de trabalho consistiu na elaboração de um dossiê, no qual foram apresentados os factos e argumentos devidamente fundamentados que comprovam, de forma clara e inequívoca, não só a evidência científica da acupuntura, como a importância da sua inclusão no ato médico veterinário, em defesa da saúde e bem-estar animal”, pode ler-se no comunicado da APAMV.

A associação de médicos veterinários acupuntores salientou ainda que é “defensora da prática da acupuntura na medicina veterinária de forma integrada e complementar à rotina clínica diária, a par com outras modalidades e terapêuticas, e nunca em alternativa à medicina convencional”.