Animais de Companhia

PetsEnjoy prepara ampliação do projeto de Santa Marinha

PetsEnjoy prepara ampliação do projeto de Santa Marinha

Mantêm-se fiéis ao projeto inicial. Ou seja, continuam a investir tempo, disponibilidade e recursos financeiros. Depois do Pet Hotel Gaia, que abriu em maio, a PetsEnjoy prepara a ampliação do Hospital Veterinário de Santa Marinha. O espaço já está comprado.

Parece um turismo rural. E não deixa de o ser. Só que, na verdade, é um espaço para ser ocupado por animais. Chama-se Pet Hotel Gaia, em Vilar de Andorinho, e é uma das mais recentes apostas da PetsEnjoy, que desde 2010 tem vindo a investir na área da veterinária no concelho de Vila Nova de Gaia.

No projeto que contempla o Pet Hotel – aberto desde maio deste ano – foram, ao todo, mais de 300 mil euros de investimento que parece estar já a surtir efeito. Tanto assim é que, contou-nos Diana Meireles, uma das sócias-fundadoras, de Espanha receberam um email de uma empresa a perguntar se não teriam capacidade para receber dois grupos de 50… pessoas. “É uma quinta independente, a casa foi reconstruída, parecendo mesmo um turismo rural”. Neste momento, a capacidade do hotel é de 36 boxes no exterior, sendo que a mais pequena tem 9 metros quadrados e a maior 12 metros quadrados. Existem ainda quartos interiores com 10 boxes. Para gatos são os 12 quartos disponíveis.

PetsEnjoy prepara ampliação do projeto de Santa Marinha

“Tem corrido muito bem, não contávamos que no primeiro ano de abertura houvesse desde logo tanta aceitação. No mês de agosto o hotel esteve esgotado, o que é excelente. Com uma boa adesão contávamos, mas não com isto”.

Estavam a contar até porque o investimento foi feito com uma clara razão: dar resposta aos sucessivos requisitos dos clientes do Hospital Veterinário de Santa Marinha, projeto inicial dos três amigos que compõem a PetsEnjoy, para ficarem com os animais. “As pessoas estavam sempre a pedir ajuda. Queriam ir de férias ou de fim de semana, muitas vezes não podiam levar o seu animal de estimação, mas queriam que ficasse bem entregue. Nós íamos tentando satisfazer as necessidades dos nossos clientes, mas sempre com uma capacidade limitada pois tínhamos de garantir espaço para os animais que estavam internados”.

E uma vez que os períodos clássicos de férias vão ser os mais concorridos, os sócios optaram por investir, no espaço do hotel, num consultório veterinário, “para que também na época baixa possamos ter alguma rentabilidade”.

Outro “miminho” deste projeto, e desta vez gratuito, é um parque exterior para passear animais. “Cada vez é mais difícil passear o animal, na praia não se pode soltar, no Parque da Lavandeira nem deixem entrar animais. Por isso pensamos em disponibilizar um parque grande, vedado, para que os donos possam soltar o seu animal, com circuito de agilidade que podem usar à vontade”.

Expansão do Hospital

Apesar do investimento no hotel para animais ser ainda recente não quer dizer que não haja outros projetos a fervilhar. O Hospital Veterinário de Santa Marinha, aberto durante as 24 horas dos 365 dias do ano vai ter direito a uma nova “ala”.

PetsEnjoy prepara ampliação do projeto de Santa Marinha

A loja contígua às atuais instalações já foi comprada, estando agora em fase de projeto. Segundo Diana Meireles deverá estar concluído durante o próximo ano. E apesar do investimento ainda não estar plenamente definido – “ainda não temos todos os orçamentos” – Diana Meireles diz que não deverá ficar muito longe dos 300 mil euros.

O novo espaço vai permitir o aumento do número de consultório, da área de receção de clientes, mais sala de visita e aumentar os internamentos, assim como um espaço próprio para maternidade e neonatologia. “Está ainda prevista uma sala de TAC, um serviço que não neste momento. Vamos ainda passar a ter duas salas de cirurgia”.

Melhores condições para os colaboradores

Este aumento das instalações não tem só a ver com as condições dadas aos clientes, mas também aos colaboradores. “Se as instalações crescem é inevitável que o número de colaboradores também venha a aumentar e precisamos de crescer e lhes dar melhores condições”.

Hoje são 33 as pessoas que integram o projeto. “Temos consciência de que a equipa tem de aumentar e vamos fazê-lo de forma sustentada e atempadamente, apesar de ainda não estar em fase de contratação, uma vez que as obras ainda nem sequer começaram. Estar a contratar mais pessoas com o atual espaço não fazia sentido”. O número de cliente é hoje superior a 15 mil, num total de 23 mil pacientes.

Entretanto, o Centro Veterinário de Mira, que fecha a “ronda” de projetos com o cunho PetsEnjoy, continua em crescimento. Começou com apenas um veterinário, sendo que agora são já duas as profissionais que completam a equipa.

Investimento pessoal

Com oito anos de mercado, o projeto tem vindo a ganhar clara dimensão, centrada em Vila Nova de Gaia. Diana Meireles admite, mais do que tudo, que houve muito investimento pessoal. “Financeiro, claro, mas sobretudo tempo e disponibilidade”. O projeto continua nas mãos dos três jovens fundadores – Rui Carvalho, Diana Meireles e Manuela Araújo – que na altura sentiram necessidade de inovar e elevar a qualidade dos serviços veterinários ao nível dos hospitais internacionais.

PetsEnjoy prepara ampliação do projeto de Santa Marinha

Diana Meireles

Recentemente, a empresa foi finalista dos Prémios Heróis PME, galardão que tem como objetivo reconhecer empresas e empresários que tenham superado desafios exigentes, mesmo em alturas como a crise e chegado a patamares de excelência.

Apesar de não ter ganho o galardão, a empresa teve a oportunidade de contar a sua história, que começou há quase uma década, em plena época de crise e quando o setor ainda não se encontrava desenvolvido. Surgia assim o Hospital Veterinário de Santa Marinha, em maio de 2010, pelas mãos de três jovens, únicos médicos veterinários do hospital, com serviço de 24 horas, sem receber salário e trabalhando ainda em outras clínicas para se puderem sustentar.

Rui Carvalho vai estar na edição deste ano do Vetbizz na revelar na primeira pessoa qual o modelo de negócio do Hospital Veterinário Santa Marinha.