Animais de Companhia

Ourém investe 500 mil euros para criar Centro de Recolha Oficial

Ourém investe 500 mil euros para criar Centro de Recolha Oficial

O Município de Ourém anunciou esta semana que vai investir quase meio milhão de euros para criar um Centro de Recolha Oficial (CRO). Em comunicado, a autarquia diz que as atuais infraestruturas já não têm capacidade para receber mais animais, sobretudo agora que é proibido o abate de animais.

De acordo com a Câmara Municipal de Ourém, o projeto foi aprovado durante uma reunião do Executivo municipal, prevendo-se um valor total de investimento de cerca de 455 mil euros mais IVA.

A autarquia indica ainda que este novo CRO “permitirá o acolhimento de animais errantes, num período compreendido entre 15 e 21 dias, no fim do qual será feito o transporte dos mesmos para o Centro Intermunicipal de Recolha de Animais Errantes de Proença-a-Nova.”

A infraestrutura terá a capacidade de albergar entre 14 e 21 cães e 15 e 48 gatos, consoante o tamanho dos animais. Para além disso, está prevista a possibilidade de alargamento da estrutura, sendo possível a construção de dois blocos de celas adicionais que poderão triplicar a capacidade inicial das instalações.