Prémios Veterinária Atual

E os vencedores são…

Já são conhecidos os vencedores da edição de 2018 dos Prémios Veterinária Atual, uma iniciativa da revista Veterinária Atual e da IFE by Abilways que visa reconhecer a excelência e o mérito na medicina veterinária em Portugal.

A edição deste ano começou com uma mensagem de boas-vindas do bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários. Jorge Cid reforçou a importância da OMV ter recebido a Medalha de Honra da Agricultura, um reconhecimento para toda a classe médico-veterinária nas mais diversas áreas.

Seguiu-se a entrega dos prémios, que este ano foram da responsabilidade do júri constituído por Artur Varejão, Isabel Dias, Carla Maia, Carolina Rebelo e Rodolfo Oliveira Leal.

O prémio – Veterinário do Ano: Animais de Companhia – distinguiu Ângela Martins, que fez questão de partilhar o prémio com antigos professores e toda a sua atual equipa.

O segundo prémio – Veterinário do Ano: Animais de Produção – distinguiu João Brandão Rodrigues, que esteve ausente da cerimónia por motivos profissionais, mas que deixou preparado um discurso de agradecimento onde referiu: “Passam já dez anos desde que iniciei a minha vida profissional como medico veterinário, e todos estes anos foram dedicados aos equídeos de trabalho, com especial destaque para os burros, esses animais tantas vezes esquecidos,  esses ‘cavalos pequenos de orelhas grandes’, que até um passado muito recente foram completamente ignorados”.

“Em todo o mundo, os burros enfrentam hoje novos desafios, com a indústria da medicina tradicional chinesa e a utilização da sua pele a contribuir de forma decisiva para o aumento do tráfico ilegal destes animais nas zonas mais pobres do globo, assim como o aumento de produção em massa de burros em quintas por toda a China, criando sérios problemas de saúde e bem-estar, e ameaçando neste momento a população mundial de burros. Por tudo isto agradeço que o prémio de “Veterinário do Ano – Animais de Produção” me seja entregue a mim, mas é na verdade um prémio a todos aqueles que tem contribuído para a preservação dos burros”.

Uma das novidades deste ano envolveu o Prémio CAMV do ano, que passou a ser da responsabilidade da redação da revista Veterinária Atual, que analisou todos os CAMV alvo de reportagem durante o ano de 2017 e que elegeu o que mais se destacou, tendo o prémio sido atribuído ao Alma Veterinária Hospital Veterinário. Susana Azinheira, diretora clínica, aproveitou para agradecer o prémio a toda a equipa, que também subiu ao palco no momento de celebração.

Quanto ao Prémio Inovação, o júri distinguiu o Projeto Animal Seguro, da Câmara Municipal de Monchique. Desenvolvido pela médica veterinária municipal Ana Silva, o Programa estabelece medidas preventivas, regras de atuação e medidas de primeiros socorros, tendo sido disponibilizado a toda a população do Concelho de Monchique de forma a que, em caso de incêndio, todos soubessem como atuar. Rui André, presidente da Câmara Municipal de Monchique, também agradeceu a distinção pelo primeiro programa a ter sido feito em Portugal neste âmbito.

Destaque ainda para a atribuição de uma Menção Honrosa para o projeto ‘Infeção por Toxoplasma gondii em animais e seres humanos em Portugal’, da autoria de Ana Patrícia Lopes, diretora do Laboratório de Parasitologia e Professora Auxiliar na UTAD.