Medicina Veterinária

DGAV alerta para a proibição de medicamentos veterinários com Dietanolamina

DGAV alerta para a proibição de medicamentos veterinários com Dietanolamina

A Direção-Geral de Alimentação e Veterinária emitiu um comunicado em que alerta para a proibição de venda de medicamentos veterinários que contenham Dietanolamina. A Dietanolamina é utilizada como excipiente em medicamentos veterinários anti-inflamatórios e antimicrobianos em equinos, bovinos e suínos.

A proibição aplica-se ao fornecimento deste tipo de medicamentos pelos titulares das AIMs e Distribuidores por Grosso de Medicamentos e/ou de Medicamentos Veterinários, assim como a pelas Farmácias e Estabelecimentos de Venda a Retalho de Medicamentos Veterinários.

A DGAV explica que esta proibição surge na sequência um pedido da Bélgica ao Comité dos Medicamentos Veterinários (CVMP) da Agência Europeia de Medicamentos (EMA) para a emissão de um parecer científico devido a preocupações quanto à toxicidade da Dietanolamina.

Este comité concluiu não ser possível excluir um risco para os consumidores, confirmando assim que a substância não é adequada para inclusão na lista ‘fora de âmbito’ de substâncias abrangidas pelo Regulamento (CE) n.º 470/2009.

Conheça aqui a lista de medicamentos veterinários suspensos.