Medicina Veterinária

Comece o exame às otites… na sala de espera

Comece o exame à otites… na sala de espera

O exame do ouvido de pacientes veterinários pode ser um dos maiores desafios. Num artigo publicado no DVM360, o médico veterinário Darin Dell explica que iniciar o exame de pacientes com otites na sala de espera pode ajudar a que a consulta seja mais tranquila.

De acordo com o médico veterinário existem vários fatores que podem aumentar a ansiedade durante o exame do canal auricular. Por um lado, a raça já que segundo o médico veterinário “se for tipicamente mais ansiosa na visita ao veterinário é provável que experiencie ansiedade durante o exame”.

Além disso, o tempo de sofrimento do animal pode ter muita influência no exame, nomeadamente durante o episódio de que está a sofrer e entre o anterior episódio de otite e o atual.

O médico veterinário diz ainda que a ansiedade do próprio tutor pode ter influência na ansiedade do animal, uma vez que os cães, frequentemente, se deixam influenciar pela ansiedade do tutor.

Darin Dell diz que, por isso, é importante que o exame comece na sala de espera, com a rececionista a estar atenta ao comportamento do animal, nomeadamente a movimentos e ações. Isto pode ser essencial para ajudar o clínico a fazer as perguntas certas:

– ‘A nossa rececionista reparou que o Spot estava a esfregar a cabeça na cadeira na sala de espera. Ele também faz isto em casa?’

– ‘Reparei que o Spot pode estar mais nervoso por estar na clínica, mas ainda assim parece que está a evitar a sua mão quando tenta fazer-lhe festas na cabeça. Esta é uma mudança no seu comportamento habitual?’

A recolha do máximo de informação possível antes do exame físico pode ajudar a diminuir o stress do paciente.