Vet Summit 2019

A cirurgia veterinária esteve em destaque na 4.ª edição do Vet Summit

A cirurgia veterinária esteve em destaque na 4.ª edição do Vet Summit

Foi uma edição do Vet Summit virada para a prática: com o tema de ‘Cirurgia Para Não Cirurgiões’, os oradores do evento partilharam com os participantes o conhecimento e técnicas que aplicam regularmente na mesa de operações.

Do outro lado, estavam cerca de 150 participantes, entre médicos veterinários, estudantes e outros profissionais do setor, que se reuniram no Auditório Agostinho da Silva, na Universidade Lusófona de Lisboa, no dia 23 de maio, para ouvir as mais recentes inovações cirúrgicas e colocar questões, em primeira mão, ao painel de oradores.

O dia começou com o discurso de abertura da professora Laurentina Pedroso, diretora da Faculdade de Medicina Veterinária da Universidade Lusófona, que acolheu os participantes, seguindo-se a apresentação da médica veterinária Marta Cipriano. A profissional do Hospital Veterinário do Restelo partilhou as suas experiências nas áreas de cardiologia, anestesia, cuidados intensivos e urgências, deixando dicas para uma anestesia cirúrgica correta e segura.

Depois, foi a vez do médico veterinário da VetOeiras, Luís Chambel, que dedicou a sua apresentação ao tema da assepsia cirúrgica. Tendo em conta o aumento das resistências microbianas, o especialista partilhou pequenos vídeos com indicações precisas de preparação para as cirurgias e teceu considerações sobre as salas onde se realizam as intervenções, por forma a manter o ambiente estéril e livre de agentes microbianos.

Após um curto coffee break, o médico veterinário Jorge Leite, responsável pela Bonematrix – Centro de Cirurgia Veterinária Avançada, abordou as questões mais frequentes relacionadas com as luxações de rótula. Utilizando várias fotografias e vídeos como suporte para a sua apresentação, o veterinário deixou ainda conselhos para a obtenção de radiografias perfeitas, essenciais à prática de qualquer cirurgião veterinário de ortopedia.

Na parte da tarde, foram igualmente três as apresentações. Ricardo Pires Aleixo, médico veterinário na VetEndoMIS, iniciou as hostilidades, explicando o que é a cirurgia de mínima invasão, mostrando os seus instrumentos preferidos e relatando o sucesso – e rápida recuperação – de alguns dos seus casos clínicos.

Joaquim Henriques, do Hospital Veterinário Berna, falou de tumores mamários e partilhou a sua experiência na resolução de múltiplos casos, e, por fim, a médica veterinária Margarida Correia Dias explorou o abdómen de A a Z na sua apresentação, que consistiu numa masterclass interativa sobre a laparotomia exploratória, com divertidos momentos de quizz, que tiveram grande adesão da parte dos atendentes em sala.

O bastonário da Ordem dos Médicos Veterinários, Jorge Cid, encerrou o evento respondendo a algumas das questões que estão na ordem do dia desta classe profissional, como a emissão dos novos boletins sanitários ou a descentralização dos veterinários municipais para as autarquias.