Quantcast
Investigação

Sequenciação de ADN poderá ajudar na deteção de doenças bovinas

A próxima geração da sequenciação de ADN poderá ajudar na deteção de doenças bovinas, antes que apareçam ou levem a surtos. É este o objetivo do projeto de investigadores do Animal Health Diagnostic Center da Universidade de Cornell, nos EUA, e do Laboratório de Diagnóstico Médico Veterinário da Universidade de Texas A&M, noticia o Portal Veterinaria.

O projeto de investigação incidirá sobre os vírus responsáveis pela doença da boca e os que pertencem ao complexo de doenças respiratórias bovinas: vírus da diarreia viral bovina, coronavírus bovino, vírus sincicial respiratório bovino e vírus da parainfluenza bovina 3.

Durante os dois primeiros anos, a equipa desenvolverá e otimizará fluxos de diagnóstico específicos e aleatórios de próxima geração para a deteção e caracterização precoce dos agentes patogénicos atuais, transfronteiriços e emergentes na pecuária.

Numa fase seguinte, vão ser desenvolvidas ferramentas rápidas e semiautomáticas para análise de dados.  O terceiro e último ano do projeto consistirá em instruir os laboratórios da National Animal Health Laboratory Network quanto aos procedimentos e processos de sequenciação que a equipa irá desenvolver.

O projeto, que receberá um financiamento de um milhão de dólares do Instituto Nacional de Alimentação e Agricultura do Departamento de Agricultura dos EUA, será lançado em colaboração com a National Animal Health Laboratory Network e o Plum Island Animal Disease Center.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?