Investigação

Saiba quais são as raças de cães mais suscetíveis à diabetes

Saiba quais são as raças de cães mais suscetíveis à diabetes

Um estudo desenvolvido por médicos veterinários do Royal Veterinary College identificou as raças de cães mais suscetíveis de sofrer de diabetes, bem como alguns fatores que influenciam a doença.

O estudo Diabetes mellitus in dogs attending UK primary-care practices: frequency, risk factors and survival, aponta os West Highland white terriers como uma das raças mais propensas à diabetes.

A diabetes mellitus (DM) é uma doença grave, que pode comprometer o bem-estar animal, pelo que o estudo recorreu à comparação de 409 cães de diferentes clínicas veterinárias no Reino Unido e diagnosticados com DM em 2016, com 818 cães sem a doença. A conclusão foi que os cães mais suscetíveis de serem diagnosticados com DM são animais com mais de oito anos de idade, as fêmeas não esterilizadas, os machos não esterilizadas, os border terriers e os West Highland white terriers.

Os cães que anteriormente tinham sido tratados com glucocorticoides e com problemas de saúde, como obesidade, pancreatite ou hiperadrenocorticismo canino, têm maior probabilidade de desenvolver a doença. Por sua vez, raças como os Staffordshire bull terriers, Shih-tzus e pastores alemães tinham menos probabilidades de desenvolver a doença.

Sobre a probabilidade de sobrevivência, fatores como a idade podem influenciar, sendo que o estudo aponta que cães com mais de dez anos de idade na altura do diagnóstico podem ter menos probabilidade de sobreviver. Na mesma situação estão os cocker spaniels, bem como cães com níveis de glicemia muito elevados na altura do diagnóstico da doença, ou cães que tenham sido tratados com medicação glucocorticoide.

Cães castrados, border collies e cães que realizam insulinoterapia, parecem ter maior probabilidade de sobrevivência.