Quantcast
Investigação

FDA aprova ensaio clínico de terapia celular para tratar gengivoestomatite em gatos

Gatos podem ajudar a encontrar tratamento para o HIV

Uma empresa dos EUA recebeu a aprovação da reguladora Food and Drugs Administration (FDA) para iniciar um ensaio clínico com uma nova terapia celular para tratar a gengivoestomatite. A notícia foi publicada no Portal Veterinaria, que indica que o procedimento está a ser desenvolvido na Escola de Medicina Veterinária da Universidade da Califórnia, em Davis, EUA.

A terapia consiste em células-mãe mesenquimais alogénicas, derivadas de tecido adiposo, que são administradas por via intravenosa e que têm como objetivo corrigir anomalias imunitárias relacionadas com a gengivoestomatite crónica felina.

O ensaio nacional vai recorrer a 200 gatos com a doença que não responderam à terapia médica, nem à extração parcial da dentição.

O principal objetivo deste tratamento é que consiga melhorar a qualidade de vida dos gatos que sofrem da doença, permitindo a remissão e alívio a longo prazo.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?