Dez garranos abatidos na área de Corno de Bico

Dez cavalos da raça Garrana foram, entre anteontem e ontem, abatidos a tiro de caçadeira com zagalote na área de paisagem protegida de Corno de Bico. A GNR já está a investigar o caso.

Segundo o “Jornal de Notícias”, os animais foram mortos quando pastavam nas serranias da paisagem protegida de Corno de Bico.
Anteontem, no concelho de Arcos de Valdevez, foram encontrados mortos três animais e dois gravemente feridos, que tiveram de ser abatidos pelo veterinário. Os outros cinco foram encontrados mortos ontem, no concelho de Paredes de Coura.
O caso deverá ser participado ao Ministério Público como «crime de dano», sendo que o proprietário de grande parte dos garranos, Carlos Araújo, já garantiu que vai apresentar uma queixa-crime contra incertos. «Não tenho suspeitos nem vejo motivos para uma coisa destas», disse ao “Jornal de Notícias”.
Actualmente, de acordo com o Registo Zootécnico de Raça iniciado em 1994, estima-se que existam dois mil garranos dispersos por 17 concelhos do Minho e Trás-os-Montes.