Medicina Veterinária

Casal detido por operar em clínica veterinária ilegal

Casal detido por operar em clínica veterinária ilegal

A GNR deteve esta semana, em Tavira, no Algarve, um homem e uma mulher que diziam ser médicos veterinários e que operavam uma clínica veterinária ilegal a partir de casa. De acordo com a notícia avançada pela Lusa, o casal criava e vendia várias raças de cães.

Segundo o Comando Territorial de Faro da GNR, os dois falsificavam boletins de vacinação de animais “com um carimbo inexistente e desconhecido na Ordem dos Médicos Veterinários em Portugal e Espanha”. Além disso, o casal é ainda suspeito de usurpação de funções e burla qualificada, criando e vendendo cães de diversas raças, desde Pastor Alemão, Labrador, Yorkshire e Pinscher com boletins de vacinação com carimbo e assinatura falsificados.

Na sua casa, onde tinham uma clínica veterinária ilegal, foram encontrados 48 cães de criação, não registados na respetiva junta de freguesia, não existindo igualmente licença de canil, necessária para um espaço que tenha mais do que sete animais.

Segundo a GNR, os animais eram vendidos sem o cumprimento dos requisitos exigidos na venda de animais de companhia. A investigação apreendeu 132 ampolas para vacinação animal, 61 seringas, 192 agulhas, medicamentos e três frascos com solução injetável para cães, assim como diversos documentos relacionados com a atividade veterinária e um carimbo falso com inscrições de médico veterinário.