Investigação

Peritos descobrem osso raro do coração em chimpanzés

animais exóticos

Especialistas da Faculdade de Medicina e Ciência Veterinária da Universidade de Nottingham, no Reino Unido, descobriram que alguns chimpanzés têm um osso no coração, chamado os cordis. Este osso surge em poucas espécies de animais e, neste caso, mede apenas alguns milímetros.

Os chimpanzés selvagens estão ameaçados e as doenças cardiovasculares são muito comuns nesta espécie, pelo que a compreensão dos seus corações é fundamental para o progresso médico-veterinário e para melhorar a sua saúde e conservação. Os especialistas publicaram a sua descoberta no estudo Discovery of os cordis in the cardiac skeleton of chimpanzees (Pan troglodytes).

Os os cordis estavam mais presentes, provavelmente, em chimpanzés com fibrose miocárdica idiopática. Esta doença cardíaca é mais comum nos chimpanzés e tem estado ligada a arritmias cardíacas e morte súbita.

“A descoberta de um novo osso numa espécie é um acontecimento raro, especialmente nos chimpanzés que têm uma anatomia tão semelhante à das pessoas. Levanta-se a questão de saber se algumas pessoas também poderiam ter um os cordis”, disse Catrin Rutland, autora do estudo, citada pelo Science Daily.

A descoberta foi possível utilizando várias técnicas, incluindo um método avançado de imagem chamado tomografia microcomputacional, que permitiu que os corações fossem digitalizados com aumentos muito superiores aos exames de tomografia computorizada normais.

O osso do coração está presente em muitos bovinos e pode ser bastante grande. Pontualmente, pode ainda estar presente em ovinos, lontras, cães e camelos. O os cordis pode aparecer na maioria dos animais de uma espécie ou estar presente em casos associados a doenças cardíacas.

A função do osso ainda está a ser investigada, mas o trabalho mostra que a cartilagem estava presente além do osso. Os cientistas também mostraram que o osso do coração aparece em chimpanzés machos e fêmeas de idades diferentes.

Muitas possibilidades foram dadas para as razões por detrás do desenvolvimento do os cordis: o osso pode suportar as válvulas cardíacas essenciais, desenvolver-se devido a doenças cardíacas ou mesmo alterar osistema elétrico que controla o coração