Quantcast
Animais de Companhia

ENOVAT e WSAVA juntam-se para otimizar o tratamento veterinário antimicrobiano

wsava

A Rede Europeia para a Optimização do Tratamento Antimicrobiano Veterinário (ENOVAT, na sigla em inglês) e a Associação Mundial de Veterinária de Pequenos Animais (WSAVA, na sigla em inglês) uniram forças para desenvolver e divulgar diretrizes clínicas baseadas em evidências para a otimização do tratamento antimicrobiano em medicina veterinária de animais de companhia.

Em comunicado, a WSAVA revela que a ENOVAT trabalha para “otimizar a utilização de antimicrobianos veterinários, com especial ênfase no desenvolvimento de diretrizes de tratamento antimicrobiano e no aperfeiçoamento de procedimentos de diagnóstico microbiológico”. Financiada pela Cooperação Europeia em Ciência e Tecnologia (COST), trabalha atualmente com a Sociedade Europeia de Microbiologia Clínica e Doenças Infeciosas (ESCMID) Grupo de Estudo de Microbiologia Veterinária (ESGVM) em dois conjuntos de diretrizes: para a “diarreia aguda canina” e “para a utilização de antimicrobianos na profilaxia cirúrgica em animais de companhia”.

No que diz respeito à parceria, a WSAVA indica que “fornecerá o feedback dos seus 115 membros da associação para informar o conteúdo das diretrizes e assegurar a sua relevância a nível mundial. A associação também apoiará a tradução das diretrizes numa série de línguas e produzirá uma série de infografias envolventes e de fácil compreensão para ajudar a reforçar os pontos-chave de informação”. O Grupo de Diretrizes Terapêuticas da WSAVA, em nome do presidente Dr Luca Guardabassi e de Dr Scott Weese, está a contribuir para o seu desenvolvimento. Este é constituído por uma equipa de “peritos globais centrada em assegurar as melhores práticas para a seleção e utilização responsável de medicamentos em animais de companhia, ao mesmo tempo que envolve a participação das partes interessadas e da comunidade global da WSAVA no conceito de Uma Saúde”.

Comentando o apoio da WSAVA às novas diretrizes, o Dr. Guardabassi afirmou: “Esta é uma colaboração muito oportuna, uma vez que é essencial oferecer aos veterinários diretrizes baseadas em provas sobre o uso racional de antimicrobianos em animais de companhia”. A WSAVA espera desempenhar um papel fundamental na divulgação das recomendações-chave destes documentos, tornando-as acessíveis e compreensíveis para uma vasta audiência de médicos de clínica geral à escala global”.

Do ENOVAT, a presidente da iniciativa das diretrizes, Dra. Lisbeth Rem Jessen, afirmou: “O objetivo das diretrizes ENOVAT é fazer avançar a gestão antimicrobiana e, ao mesmo tempo, proporcionar os melhores cuidados possíveis aos nossos pacientes na prática veterinária”.

Lisbeth Rem Jessen

 

 

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?