Quantcast
Investigação

Estudo revela as doenças mais frequentes em cães

estudo sobre doenças mais frequentes em cães

O novo estudo da Royal Veterinary College (RVC), em Londres, descobriu que os problemas de saúde mais frequentes em cães são as doenças dentárias (12,5%), as infeções de ouvidos (7,3%) e a obesidade (7,1%). O Vet  Times relata que 65,8% dos cães sofreram pelo menos um problema durante o ano do estudo.

Os cães machos tiveram maior risco do que as cadelas de sofrer de infeção de ouvidos, agressão, tosse, convulsões, corpos estranhos, reação a medicamentos, dermatite húmida, feridas, lacerações e artrite. Já as cadelas revelaram um maior risco de sofrer de incontinência urinária, infeção do trato urinário e nódulo mamário.

Em declarações ao Vet Times, Dan O’Neill – principal autor do artigo – afirmou que “este estudo mostra que é realmente importante para os tutores desenvolverem hábitos fortes de cuidar dos dentes, orelhas e peso do seu cão”.

O estudo faz parte do programa VetCompass da RVC, que utiliza informação veterinária anónima de mais de oito milhões de cães do Reino Unido, noticia o Portal Veterinaria.

Para a obtenção dos resultados, os investigadores seguiram uma amostra aleatório de 22 mil e 333 cães (do grupo de oito milhões) durante um ano. Ao longo desse período, a investigação identificou todos os problemas de saúde diagnosticados. Além disso, analisou a variação por idade, sexo e se os animais eram ou não castrados.

Segundo o Portal Veterinaria, o estudo é um dos maiores até agora realizados para explorar registos de saúde anónimas com o fim de descobrir as doenças mais frequentes.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?