Quantcast
Médicos Veterinários

WVA recorda o papel dos médicos veterinários no combate às alterações climáticas

alterações climáticas

A World Veterinary Association (WVA) publicou no final do mês de dezembro, do ano passado, um comunicado em que manifesta a sua posição relativamente à emergência global das alterações climáticas que afetam o planeta.

Neste comunicado, a WVA recorda o papel dos médicos veterinários que, como defensores da saúde e bem-estar animal e da saúde pública, “têm a responsabilidade de proteger a saúde dos ecossistemas e procurar ações para minimizar as alterações climáticas”.

Reforça ainda que “globalmente, os médicos veterinários contribuem ativamente para a mitigação das alterações climáticas e proteção ambiental de diversas formas”, as quais incluem, entre outros, o “aconselhamento sobre a utilização aceitável de recursos (…) e a gestão adequada de resíduos médicos”.

Neste sentido, e para marcar o seu posicionamento, a World Veterinary Association formula seis ações para combater o impacto ambiental.

1 – Reconhece a mudança climática como uma emergência global e incentiva a pesquisa, vigilância e educação para aumentar o conhecimento e compreensão do impacto das mudanças climáticas na saúde animal, humana e do ecossistema;

2 – Apoia uma abordagem One Heath para lidar com a mudança climática e pede a coordenação e colaboração entre as partes interessadas para mitigar as consequências prejudiciais para a saúde animal, humana e do ecossistema;

3 – Incita os profissionais de medicina veterinária a pesquisar, verificar e adotar práticas que minimizam as emissões de gases de efeito estufa;

4 – Apoia a pesquisa contínua e a adoção de alimentos modernos, eficientes e sustentáveis e técnicas de produção animal que irão melhorar a saúde e bem-estar animal, reduzir os efeitos da mudança climática e melhorar a segurança alimentar global;

5 – Incita as associações a construir e a melhorar a capacidade veterinária no seu país, para prevenir e lidar com as consequências associadas às mudanças climáticas, prevenir doenças emergentes e possíveis alterações em sistemas de produção animal, com prioridade no bem-estar animal e menor impacto ambiental;

6 – Apoia o fortalecimento da vigilância agrícola e outras medidas mitigadoras em agricultura, com ênfase no papel da profissão veterinária no melhoramento animal e saúde pública.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?