Animais de Companhia

Os gatos têm mesmo expressões faciais, diz estudo

Os gatos têm mesmo expressões faciais, diz estudo

Os gatos têm expressões faciais, nós é que não as conseguimos entender – já os médicos veterinários, sim. Esta é a conclusão avançada por um estudo da Universidade de Guelph, em Ontário, no Canadá, que contou com seis mil participantes de 85 países, na sua maioria detentores de gatos.

Segundo explica o jornal Washington Post, os participantes foram desafiados a ver vídeos com expressões de gatos e a tentar adivinhar o que sentiam. Os inquiridos não tinham de responder se os gatos estavam felizes ou deprimidos, apenas tinham de identificar se as suas expressões eram negativas ou postivas através de grandes planos dos focinhos dos animais, grande parte dos quais mostrados em vídeos do YouTube.

A maioria dos participantes conseguiu menos de 60% de respostas corretas. As mulheres conseguiram melhores resultados, bem como a população mais jovem da amostra. Mas, os melhores resultados gerais foram obtidos por médicos veterinários.

Os veterinários “têm muitas oportunidades para aprender e uma grande motivação para o fazer, porque estão constantemente a tomar decisões”, disse Georgia Mason, uma das autoras deste estudo e bióloga na Universidade de Guelph, ao Washington Post.

“Os gatos estão a dizer-nos várias coisas com a cara e, se formos inteligentes, conseguimos perceber”, disse Mason.”Algumas pessoas conseguem-no. Isto prova que os gatos são difíceis de perceber, mas não impossíveis”, explicou.

Os autores da investigação disponibilizaram um teste online para analisar a capacidade das pessoas detetarem emoções positivas e negativas em gatos.