- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

OIE apela a aumento da vigilância da gripe aviária

Vários casos de gripe aviária [1] foram confirmados em 41 países nas aves de capoeira [2] e selvagens, desde 1 de maio. Face a isto, a Organização Mundial da Saúde Animal (OIE, na sigla em inglês) apelou a uma maior vigilância, num artigo do seu site [3].

Com base nos dados do World Animal Health Information System (OIE-WAHIS), os surtos geralmente começam a aumentar em outubro, com pico em janeiro e continuam até abril. Cerca de 16 mil casos em aves de capoeira e selvagens já foram reportados em outubro deste ano, sinalizando o aumento do risco de circulação de vírus.

 

A OIE [4] recorda que as obrigações de notificação atualizadas vão entrar em efeito a 1 de janeiro de 2022, sendo que vão passar a ser solicitadas também infeções com vírus da gripe aviária de baixa patogenicidade identificadas em aves selvagens e de capoeira.

Os laboratórios de referência da OIE especializados na gripe aviária podem apoiar os laboratórios nacionais no diagnóstico das suas amostras, conforme necessário pelos países, nota ainda a entidade.