Quantcast
Equinos

Fitatos podem aumentar a quantidade de fósforo na alimentação dos cavalos

cavalos a comer feno

O fósforo representa um papel fundamental nos sistemas enzimáticos do metabolismo dos cavalos, sendo uma componente integral do seu material genético, que os ajuda a produzir energia nos músculos. Um estudo* agora publicado pela Universidade de Kentucky, nos EUA, mostra que os fitatos podem ser uma boa forma de aumentar a quantidade de fósforo na alimentação dos cavalos.

O estudo revela que um cavalo perde cerca de 4,7 gramas de fósforo por dia e que a sua digestibilidade real ronda os 25%, ou seja, que três quartos se perdem nas fezes. De acordo com os investigadores, isto cria um problema adicional, uma vez que o fósforo é um grande contaminante, podendo ser prejudicial para os cursos fluviais.

Por essa razão, os cientistas quiserem perceber de que forma poderiam melhorar a suplementação da dieta equina com fósforo sem contaminar os solos e os cursos fluviais. Os resultados mostram que utilizar fósforo orgânico, em forma de fitatos, pode ser uma solução para aumentar a quantidade de fósforo digerido nos alimentos, sem aumentar a excreção deste mineral nas fezes.

* A. L. Fowler, T. L. Hansen, L. A. Strasinger, B. E. Harlow, L. M. Lawrence. Phosphorus digestibility and phytate degradation by yearlings and mature horses. Journal of Animal Science. doi:10.2527/jas.2015-9139.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?