- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

DGAV assegura funcionamento de matadouros de Trás-os-Montes

A Lusa noticiou esta semana que os matadouros de Trás-os-Montes foram notificados para, a partir do dia 12 de outubro, deixarem de receber animais “por impossibilidade” de a Direção-Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV) “manter o serviço de inspeção veterinária”.

A DGAV emitiu entretanto um comunicado onde revela que “estabeleceu já um conjunto de protocolos com os municípios de Barroso, Miranda do Douro, Mirandela e Vinhais no âmbito dos serviços prestados pelos médicos veterinários municipais”, assegurando que não haverá, ao contrário do que havia sido noticiado, interrupção de funcionamento nas unidades em questão.

“Este conjunto de protocolos constitui o plano de trabalho especial que assegura o funcionamento dos referidos matadouros, colmatando eventuais insuficiências que poderiam resultar da cessação de funções de um conjunto de inspetores avençados, que terminam o seu contrato a 12 de outubro”, refere.

Assim, serão os médicos veterinários municipais destes concelhos a garantir a Inspeção Sanitária obrigatória nos matadouros de Trás-os-Montes, sob supervisão da autoridade veterinária nacional, enquanto não estiver concluído o procedimento concursal que irá recrutar 13 Inspetores Sanitários em falta na região.