Animais de Produção

Na guerra das vespas parasitas contra as moscas, quem vence são os produtores de bovinos

Bem-estar das vacas pode aumentar com pequenas medidas

A clínica veterinária agrícola LLM Farm Vets, em Inglaterra, começou um negócio de venda de “moscas” a produtores de leite. As “moscas”, nomeadas Friendly Flies, são vespas parasitárias em miniatura, nomeadamente Muscidifurax raptor e Spalangia cameroni, que procuram ativamente as pupas de moscas que incomodam os animais, as moscas que picam (biting flies), Ceratopogonidae, e que espalham a bactéria responsável pela mastite de verão e ceratoconjuntivite infeciosa bovina nas quintas.

Tom Jackson, da LLM Farm Vets, explicou à publicação Vet Times que a clínica possui uma licença para importar as moscas dos EUA, que são amplamente utilizadas para controlar espécies de moscas incómodas para aves de capoeira, assim como em quintas de ruminantes e suínos.

Esta solução de controlo de moscas é completamente natural, podendo ajudar a reduzir a utilização de inseticidas e antibióticos em quintas, além de aumentar a biodiversidade.

As vespas depositam os seus ovos dentro das pupas destas moscas. Quando os ovos eclodem, a vespa parasita mata e come a larva das moscas em desenvolvimento. Depois, eclodem para continuar o ciclo de predação.

As espécies de “moscas amigáveis” são nativas do Reino Unido, mas existem em pequenos números, sendo insuficientes para combaterem grandes populações de moscas incómodas nas quintas.