Quantcast
Eventos

Marcha de defesa dos direitos dos animais junta cerca de cem pessoas em Lisboa

Cerca de uma centena de manifestantes participaram na primeira marcha  em defesa dos direitos dos animais realizada em Portugal.

Cerca de uma centena de manifestantes participaram na primeira marcha NARD (The National Animals Rights Day / Dia Internacional dos Direitos dos Animais)  em defesa dos direitos dos animais realizada em Portugal, criada pela organização “Our Planet Theirs Too” e organizada no País pela Frente Ativa de Libertação Animal (FALA), avança o Sapo 24.

A iniciativa pretende protestar contra a “exploração e tratamento dos animais como objetos”, mas também ser um “momento de homenagem”, em que cada pessoa faça uma retrospetiva do passado e analise onde pode melhorar os seus comportamentos, de forma a “alinhar os seus valores com o que faz no dia-a-dia”, disse à Lusa a membro da organização, Anita Costa.

A marcha “tem duas partes essenciais”, uma delas “é um memorial, em que fazemos uma espécie de funeral aos animais que temos connosco: vamos ter alguns corpos de animais a que chamamos anjos, é uma forma de os homenagear”, explicou a organizadora. A outra é uma “parte de celebração, para celebrar o facto de estarmos aqui a lutar por eles”.

“Nós sabemos que os animais são explorados de todas as formas, seja para comida, para cosmética, para jardim zoológico, e estão sempre a ser explorados e a morrer nestas condições horríveis em que se encontram”, lamentou Anita Costa, explicando que conseguiram ter alguns animais que “infelizmente” morreram e, deste modo, quiseram “prestar-lhes homenagem, como sempre prestam homenagem a animais que morrem de forma que não deviam”.

A NARD começou há cerca de dez anos nos Estados Unidos, em São Francisco, e acontece atualmente em 60 cidades do mundo, somando mais de 100 mil participantes e 10 milhões de pessoas alcançadas através da internet, de acordo com os organizadores.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?