Quantcast
Médicos Veterinários

WSAVA faz balanço do trabalho do conselho global da dor

WSAVA conselho global da dor

A World Small Animal Veterinary Association (WSAVA) fez um balanço do trabalho realizado pelo conselho global da dor (Global Pain Council – GPC). Este grupo tem como objetivo eliminar a “lacuna de avaliação/tratamento” da dor. Em nota do site, a WSAVA revela que “embora o acesso às modalidades de tratamento possa variar de país para país, a capacidade de diagnosticar a dor não deve variar”.

O conselho global da dor da WSAVA aborda a questão da dor de três maneiras:

– Criação de guidelines globais WSAVA de diagnóstico e tratamento

– Desenvolvimento de programas educacionais e iniciativas que promovam uma melhor sensibilização para a dor animal e para a sua gestão

Membros do GPC criaram ferramentas para o apoio à gestão da dor como, por exemplo, a Feline Grimace Scale (FGS) que utiliza mudanças nas expressões faciais para detetar a dor.

– Desenvolver capacidades para avaliar e gestão da dor animal internacionalmente, através do apoio ao desenvolvimento de talento

O GPC possui o programa Teach the Teacher, que pretende criar uma rede global de líderes de opinião – “professores” – em gestão da dor. Além disso, no ano passado criaram uma competição de bolsas para identificar um médico veterinário e um técnico/enfermeiro veterinário com interesse demonstrado na gestão da dor e com potencial de serem líderes de opinião.

“A nossa prioridade mais urgente é reduzir as variações na avaliação e gestão da dor em todo o mundo através da criação de recursos específicos regionais e de uma educação direcionada e acreditamos que as atividades e iniciativas educativas que empreendemos estão a ajudar-nos a alcançar esse objetivo”, afirma o presidente do GPC, Duncan Lascelles.

 

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?