- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

Veterinários espanhóis pedem multa de 6000 euros para ‘falso veterinário’ que sacrificou cadela

O Colégio de Veterinários de Tenerife quer uma punição no valor de 6000 euros para um homem acusado do crime de ‘usurpação profissional’ e que terá sacrificado uma cadela da raça Yorkshire.

De acordo com o portal Animal’s Health, o homem ter-se-á feito passar por médico veterinário durante alguns anos e quando a proprietária do animal recorreu aos seus serviços, pensando que seria médico veterinário, a cadela tinha sido ferida por uma agressão de outro animal. O ‘falso’ veterinário terá então sugerido que a única solução seria sacrificar o animal e cobrou 70 euros.

O Colégio de Veterinários de Tenerife diz que devido ao crime de usurpação profissional o animal não recebeu os cuidados que poderia eventualmente ter recebido e incentiva os profissionais da classe a estarem atentos e a denunciarem outros casos.