Animais de Companhia

Tutores preocupados: será que veterinários julgam como animais são tratados?

Tutores preocupados: será que veterinários julgam como animais são tratados?

Um em cada quatro tutores de cães (2,4 milhões) e um em cada cinco tutores de gatos (1,8 milhões) estão preocupados com a forma como os médicos veterinários podem julgar a forma como tratam dos seus animais. A conclusão é de um estudo recentemente publicado pela seguradora Legal and General e que mostra que há milhões de tutores de animais britânicos com receio de como possam ser julgados pelos veterinários dos seus animais.

De acordo com o estudo, por detrás deste sentimento de culpa está o facto de muitos dos tutores de animais de companhia revelarem não ter comportamentos adequados no que toca ao exercício físico, à higiene e cuidados pessoais, e até à companhia que fazem aos seus animais.

Os resultados agora divulgados mostram que, em média, os tutores britânicos passeiam os seus cães durante 40 minutos por dia, o que de acordo com os autores do estudo não é o ideal em raças que necessitam de maior atividade.

Além disso, 53% dos cães ficam sozinhos durante quatro ou mais horas por dia, mais do que é recomendado pelos médicos veterinários.  O estudo revela ainda, por outro lado, que cerca de 40% dos donos de cães e 30% dos donos de gatos não sabem que os seus animais têm excesso de peso ou são obesos.