Médicos Veterinários

Terceiro inquérito de impacto da pandemia no Reino Unido sugere uma melhoria no setor

Vet-teste-covid-19-IDEXX

Os resultados do terceiro inquérito do Royal College of Veterinary Surgeons (RCVS), no Reino Unido, que visa o impacto da pandemia no setor, revela um aumento do volume de negócios nas clínicas veterinárias, aproximando-se de um volume quase normal.

O inquérito contou com um total de 196 clínicas veterinárias, sendo que o RCVS enviou o questionário a 3 139 clínicas veterinárias britânicas, entre 12 e 16 de junho.

Os resultados indicam que menos membros do pessoal estão em confinamento, porém, ainda cerca de 15% das clínicas têm médicos veterinários e enfermeiros veterinários em isolamento ou com covid-19. No primeiro inquérito, eram cerca de 30%, e no segundo, 20%.

O inquérito também revela que há menos pessoal de clínica geral em licença (furlough), com uma resposta média de 11-25% tanto para cirurgiões veterinários como para enfermeiros veterinários. A resposta média nos dois inquéritos anteriores foi de 26-50% para cirurgiões veterinários e enfermeiros veterinários.

“Este último inquérito demonstrou uma continuação das tendências positivas do inquérito anterior, incluindo um aumento da rotação das clínicas, com um maior número a aproximar-se de uma ‘carga de casos quase normal’ e com uma redução do número de clínicas afetadas pelo autoisolamento do pessoal ou com casos confirmados de covid-19”, refere Lizzie Lockett, CEO da RCVS, citada pela MRCVS Online.

“Neste inquérito, perguntámos também quais as dificuldades que as clínicas podem estar a enfrentar com estágios para estudantes veteranos e estágios de formação de enfermagem veterinária como resultado da covid-19, e isto ajudar-nos-á a compreender como podemos apoiar melhor os estudantes e as clínicas nestas áreas”.