Médicos Veterinários

Setor veterinário com profissões de maior risco de exposição a doenças

BVA recolhe experiências de discriminação na medicina veterinária

De acordo com um ranking publicado pela Business Insider, realizado a partir da base de dados O*NET, os profissionais do setor veterinário encontram-se no top de profissões de maior exposição a doenças.

Enquanto o terceiro lugar do ranking foi para os assistentes veterinários e os tratadores de animais de laboratório, os restantes quatro primeiros lugares são ocupados por profissões do setor da medicina dentária. Por sua vez, os médicos veterinários ocupam o décimo quarto lugar.

A base de dados em questão engloba a recolha detalhada de informação sobre profissões do Departamento do Trabalho dos Estados Unidos. Para as 968 profissões consideradas foi avaliada uma escala de 0 a 100 contra seis riscos sanitários – exposição a doenças e infeções, exposição a contaminantes, exposição a condições perigosas, exposição a radiação, risco de queimaduras menores, picadas, cortes e mordidas e tempo sentados.

Os assistentes veterinários e os tratadores de animais de laboratório tiveram uma classificação geral de 66,5 em 100, com uma pontuação de 87 no que concerne à exposição a doenças e infeções. Os médicos veterinários obtiveram 58,2 de classificação de risco geral e, perante os riscos sanitários de exposição a doenças e infeções, obtiveram 89 pontos.