- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

Queixas sobre “puppy farms” aumentam 390%, diz RSPCA

As denúncias sobre cães criados de forma intensiva nas chamadas “puppy farms” aumentaram 390% em Inglaterra em dez anos, segundo dados da Royal Society for the Prevention of Cruelty to Animals (RSPCA).

Os números, revelados no dia 1 de agosto, mostram que 2018 foi o pior ano de sempre relativamente a denúncias sobre criação intensiva em Inglaterra para a linha de emergência da RSPCA, que funciona 24 horas por dia.

A instituição recebeu 4 357 queixas no ano passado, um aumento de 390% comparativamente a 2008, quando apenas foram registados 890 casos.

“É angustiante que ainda recebamos tantas queixas sobre ‘puppy farms’, mas parte deste aumento ocorreu provavelmente porque as pessoas sabem melhor ao que devem prestar atenção quando compram um animal”, disse a especialista em bem-estar canino da RSPCA, Lisa Hens, citada pela publicação Vet Times. “O governo também se comprometeu em banir as vendas de cachorros e gatinhos por terceiros, o que, em conjunto com as normas mais rígidas de licenciamento, irá ajudar a lidar com ‘puppy farms’ e vendedores duvidosos.”