Felinos

Podem as ‘tecnologias inteligentes’ ser a solução para a perda de peso em gatos?

Podem as ‘tecnologias inteligentes’ ser a solução para a perda de peso em gatos?

O ‘2017 Pet Obesity Survey’, realizado pela Associação de Prevenção de Obesidade em Animais de Companhia (APOP), dos EUA, revelava que cerca de 60% dos gatos dos EUA são obesos ou têm excesso de peso, uma percentagem que continua a aumentar todos os anos.

O combate da doença exige, por um lado, um maior controlo das porções alimentares do animal e, por outro, um reforço da atividade física. O médico veterinário norte-americano Ken Lambrecht publicou recentemente um artigo de opinião na publicação PET MD em que explica de que forma as ‘tecnologias inteligentes’ podem ajudar os tutores dos animais a controlar a obesidade dos seus gatos, mas também apoiar os médicos veterinários na monitorização da patologia.

O médico veterinário explica que “é altamente aconselhável que qualquer gato com um índice de massa corporal superior a 7/9 seja colocado a fazer dieta, seja submetido a um exame físico e receba aconselhamento nutricional de um veterinário”. Contudo, explica que existem hoje várias tecnologias que podem ajudar os tutores neste processo.

Alimentadores automáticos

Uma das soluções pode ser um alimentador automático, uma tecnologia disponível no mercado e que permite controlar as porções alimentares dadas ao animal, assim como a quantidade de vezes ao dia que o animal se alimenta.

Todas estas definições podem ser controladas a partir de um smartphone e de acordo com as indicações de um médico veterinário, facilitando o plano de tratamento da patologia.

Monitorização do comportamento alimentar

Colocar o animal num programa de perda de peso pode não ser o suficiente. Em alguns casos pode ser necessário monitorizar o animal para perceber que comportamentos alimentares tem no seu dia-a-dia.

Em lares onde há mais que um animal, pode ser necessário instalar câmaras. Para além de permitir ver de que forma o animal se alimenta ao longo do dia, permite ver se algum membro da família está a fugir ao plano de tratamento e a oferecer comida ao animal.

Atividade física controlada

À semelhança do que já acontece no caso dos humanos, existem já várias aplicações e dispositivos que permitem monitorizar a atividade física do animal ao longo do dia. Com o apoio destas tecnologias, pode ser mais fácil ver se o seu animal está a fazer o exercício diário recomendado e, ao mesmo tempo, monitorizar o peso perdido ao longo do tempo.