Quantcast
Animais de Companhia

MSD Animal Health alerta para a necessidade de medidas de proteção no ano inteiro contra parasitas

A #ProtectOurFutureToo pretende alertar os tutores quanto à importância de proteger os cães e gatos dos parasitas ao longo de todo o ano.

A MSD Animal Health está a promover a iniciativa #ProtectOurFutureToo, para consciencializar os tutores quanto à importância de proteger os cães e gatos dos diversos parasitas ao longo de todo o ano, noticia o Portal Veterinaria.

A empresa de medicamentos veterinários recorda que a limitação da mobilidade e a permanência nas cidades pode gerar uma falsa segurança ao pensar-se que os parasitas se encontram unicamente em zonas rurais e não também em parques e jardins.

Os especialistas destacam dois modelos de mudança: o aumento da distribuição de parasitas e o aumento da sua atividade, tudo numa perspetiva de One Health.

A MSD Animal Health lembra que na última década, as populações de flebotomos e mosquitos têm aumentado, não só no seu número ou densidade, mas também na sua zona de distribuição. Um dos fatores que tem influenciado é precisamente a urbanização.

No entanto, o principal componente que tem influenciado esta mudança tem sido o aumento generalizado das temperaturas, refere a empresa de medicamentos veterinários.

Medidas que podem ser tomadas

Os peritos concordam que são necessárias algumas medidas essenciais para garantir uma proteção eficaz dos animais de companhia contra este aumento da temperatura:

  • Criar novos programas e redes de controlo que facilitem o intercâmbio de dados entre investigadores e médicos veterinários, bem como a melhoria dos programas e redes existentes.
  • Os médicos veterinários possuírem informações sobre os riscos a que os animais de companhia e os seus tutores estão expostos devido a perturbações de temperatura e sobre que medidas é que os tutores podem tomar para reduzir esses riscos.
  • Os médicos veterinários receberem informações adicionais sobre as alterações na distribuição e no número de parasitas e as medidas de proteção recomendadas a serem executadas ao longo do ano.
  • Ser feita uma sensibilização de todos os profissionais de saúde sobre o conceito One Health e comunicá-lo adequadamente para que os tutores de animais de companhia, e a comunidade em geral, estejam bem informados dos riscos e medidas que devem tomar para os reduzir.

Saiba mais aqui sobre o #ProtectOurFutureToo.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?