Animais

Há 1700 espécies animais em risco de extinção até 2070

Há 1700 espécies animais em risco de extinção até 2070

Há cerca de 1700 espécies animais em risco de desparecer até 2070 graças à ocupação humana nos seus habitats. A conclusão é de um estudo realizado por investigadores da Universidade de Yale, nos EUA, recentemente publicado na revista científica Nature Climate Change e que aponta África, América do Sul e Sudoeste Asiático como as regiões mais críticas.

Da lista de espécies animais em risco de extinção constam 886 espécies de anfíbios, 436 espécies de aves e 376 espécies de mamíferos. O estudo revela ainda que as espécies que vivem na África Central e de Leste, na América Central e do Sul e no Sudeste Asiático serão as que sofrerão as maiores perdas do seu habitat, o que significa que são também as em maior risco de desaparecimento.

Os investigadores esperam que estes números impulsionem os decisores a prevenirem este cenário, levando a cabo medidas que permitam mitigar os efeitos. O estudo, dizem, pretende “apoiar ações de conservação e políticas que abordem as alterações climáticas e o impacto da utilização dos recursos terrestres na biodiversidade”.