Saúde

Espanha aprova Plano Nacional contra a Resistência Antibimicrobiana

Espanha aprova Plano Nacional contra a Resistência Antibimicrobiana

O Sistema Nacional de Saúde de Espanha aprovou o Plano Nacional contra a Resistência a Antibióticos (PRAN) 2019-2021. De acordo com o Ministério da Saúde espanhol, o objetivo é conter o aumento da resistência aos antibióticos e o seu impacto na saúde da população do país.

A estratégia pretende, assim, reduzir o consumo de antibióticos e reduzir a necessidade de usar esse tipo de fármacos tanto na medicina humana, como na medicina veterinária através de seis linhas de atuação específicas: vigilância, controlo, prevenção, pesquisa, formação e comunicação.

Este plano conta com a colaboração de todas as Comunidades Autónomas do país, de oito ministérios (Saúde, Agricultura, Economia, Educação, Interior, Defesa, Ciência e Transição Ecológica), 70 sociedades científicas, organizações colegiais, associações profissionais e universidades, e mais de 300 especialistas.

Como prioridades para a saúde humana foi definida a implementação generalizada de programas para otimizar o uso de antibióticos em hospitais, centros de saúde e de longa duração e a implementação do Suporte Rede Nacional de Laboratório Sistema de Vigilância de Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde (IRAS), uma iniciativa que ajudará a melhorar a vigilância de microrganismos resistentes.

No domínio da saúde animal foram definidas como prioridades medidas de melhoria do controlo do consumo de antibióticos veterinários através do projeto ESVAC, melhoria da vigilância da resistência e expansão dos programas REDUCE para o uso prudente de antibióticos em diferentes setores da pecuária.

O plano prevê ainda uma maior aposta na formação dos profissionais de saúde em relação à resistência a antibióticos e promoverá a educação em saúde para todos os cidadãos através de várias campanhas.