Quantcast
Animais de Produção

Suinicultura portuguesa bate recordes de exportação no primeiro semestre de 2021

Suinicultura e Ambiente debatem-se hoje

A Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) revela as contas da Suinicultura portuguesa e conclui que foi registado um volume de negócios de cerca de 911 milhões de euros, num acumulado de produção e indústria, pode ler-se no comunicado enviado à VETERINÁRIA ATUAL.

Este foi também o semestre com o melhor desempenho das exportações de sempre, de carne de porco e seus derivados. “Nos primeiros seis meses do ano, a fileira da carne de porco bateu recordes e regista um volume de negócios na ordem dos 911 milhões de euros. Este é já considerado como o melhor período de sempre em termos de desempenho das exportações nacionais suinícolas”, sublinha a FPAS, acrescentando ainda que “embora as cotações agrícolas do SIMA apenas tenham a indicação do valor das exportações desde 2015, é possível concluir, por extrapolação com os volumes exportados, que o primeiro semestre de 2021 foi a altura em que mais se exportou porco, carne e seus derivados.”

Em março deste ano, a FPAS já dava conta do aumento, em 2020, da produção e exportações da suinicultura portuguesa, fenómeno ressaltado pela federação, “tendo em conta as circunstâncias vividas desde o primeiro semestre [desse ano]”. Em termos homólogos, em 2021, Portugal voltou a aumentar o seu volume de negócios externos em “10,8%”.

De acordo com a FPAS, “em termos relativos, Portugal foi o 12º país que mais exportou carne de porco para países terceiros no contexto da União Europeia no primeiro semestre, sendo assim o segundo melhor semestre de sempre, apenas superado pelo segundo semestre de 2020, no conjunto dos últimos seis anos”.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?