Quantcast
Animais de Companhia

Saiba como a alteração das estações do ano afetam os animais de companhia

iStock

As alterações das condições climatéricas estão a expor os animais de companhia a problemas como o stress e golpes de calor, assim como à possibilidade de transmissão de agentes patogénicos transportados por ectoparasitas. O alerta é dado pela iniciativa europeia #protectourfuturetoo, que reúne médicos veterinários, cientistas e tutores, com o objetivo de proteger os animais de companhia da alteração das estações do ano.

O projeto aconselha os tutores sobre a forma como devem proteger os seus animais de companhia contra o aumento das temperaturas e parasitas invasores.

A iniciativa #protectourfuturetoo disponibiliza um guia informativo sobre os efeitos da alteração das estações do ano no bem-estar diário dos animais de companhia e dos riscos que enfrentam.

Parasitas:

  • O aumento progressivo das temperaturas já está a modificar alguns dos padrões da biologia dos parasitas vetores transmissores de agentes patogénicos.

Doenças:

  • Muitos parasitas transportam agentes patogénicos que podem colocar graves problemas de saúde aos nossos animais de companhia.

Comportamento:

  • Condições climatéricas extremas podem causar disrupção no ritmo diário dos nossos animais de companhia, podendo provocar desconforto severo.

Uma só saúde:

  • Desafios colocados à saúde devido a parasitas e ao tempo são um problema para todos nós.

Para aceder a este guia informativo, basta preencher o formulário que está disponível no site do #protectourfuturetoo. Além disso, a página apresenta a perspetiva de 21 cientistas especializados em saúde animal sobre esta problemática. Descubra mais aqui.

O projeto está ainda a compilar uma base de dados “de todos os principais riscos que os nossos animais de companhia enfrentam e a transformar essas informações em conselhos, para que cada um de nós possa defender os nossos animais dos riscos existentes na nossa área”.

De acordo com a informação disponibilizada no “Hub Veterinário” do site, a organização refere estar “a reunir médicos veterinários, enfermeiros veterinários e tutores de animais de companhia, numa iniciativa Europeia, para acompanhar as novas ameaças à saúde dos gatos e cães”. Para participar no inquérito, aceda aqui.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?