- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

Royal Canin lembra importância de acompanhamento veterinário em gatos

No âmbito do Dia Internacional do Gato, que se comemora a 8 de agosto, a Royal Canin [1] está a promover a importância de levar os animais de companhia com regularidade ao médico veterinário. A empresa lembra que apenas 40% dos gatos fazem um acompanhamento regular com o seu médico veterinário, em comparação com 60% dos cães2.

A empresa recorda ainda, com base no estudo que divulgou em julho [2]1, que 51% dos inquiridos respondeu que consulta o médico veterinário, em detrimento de outras fontes como a internet, os amigos ou familiares na hora de esclarecer dúvidas sobre a educação, saúde e alimentação do animal.

 

“Os check-ups regulares são a única forma de garantir a saúde e o bem-estar dos nossos gatos. Por meio da prevenção e deteção precoce, conseguimos diminuir o impacto de uma possível doença”, afirma Thierry Correia, médico veterinário da Royal Canin. Contudo, dados mostram que 50% dos titulares não levam seus gatos ao médico veterinário2.

A Royal Canin lembra que, com base no seu estudo “Os Primeiros Momentos com um animal de estimação”, 74% dos detentores portugueses de gatos consideram não precisar de nenhum tipo de preparação antes de acolher um gato em casa.

 

Apesar de a maioria dos tutores de gatos (55%) considerarem não ter cometido nenhum erro quando o gato chegou a sua casa, 13% dos inquiridos admitiram ter falhado no que toca à educação, 10% pensam ter cometido algum erro em relação à saúde do animal1.

66% dos detentores de gatos afirmam que iriam ao médico veterinário com mais frequência se este processo fosse mais fácil2. O principal motivo pelo qual decidem não levar o seu gato ao médico veterinário é por acreditarem que o problema do gato vai acabar por se resolver (38%)2. Além disso, 22% indicou também que a visita transtorna bastante o seu animal.

Referências bibliográficas
 

1 – Estudo Royal Canin “Os Primeiros Momentos com um animal de estimação” – realizado pelo More Than Research, a uma amostra de 2.000 pessoas a nível nacional, titulares de gato ou cão, utilizando o sistema C.A.W.I. (entre o período 26 a 29 de abril 2021), com um nível de confiança de 95%.

2 – Estudo efetuado a 4.437 detentores primários de gatos em todo o mundo, sobre a relação entre tutores de gatos e os seus veterinários (agência SKY, 2018).