- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

Opinião: Mais um recorde para os CAMV

O volume de negócios dos Centro de Atendimento Médico-Veterinário (CAMV [1]) em Portugal ascendeu aos 215 milhões de euros em 2019, mais um recorde histórico. Mantém-se a tendência de crescimento, ainda que num contexto de pandemia. Os meses de março e abril registaram quebras significativas no setor, fruto do confinamento, mas nos dois meses seguintes alcançaram-se cifras históricas de faturação em dezenas de CAMV espalhados pelo País. Entende-se, assim, que se verificou um mero diferimento de receitas, tendo o setor veterinário sido dos menos afetados no tecido empresarial português.

Realizando um cruzamento e análise da informação obtida através da Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV [2]) e da Ordem Dos Médicos Veterinários (OMV [3]), conclui-se que existem aproximadamente 1 400 CAMV no País e que cada um faturou, em média, cerca de 153,5 mil euros em 2019. Há 6,7 milhões de animais de estimação no nosso País, segundo a GfK, aproximando-se destemidamente do número total da população nacional. Segundo a mesma fonte, 58% das famílias portuguesas têm pelo menos um animal de estimação, percentagem superior aos 54% que têm filhos. As prioridades mudaram, indubitavelmente, com o tempo.

 

Apresento alguns indicadores económico-financeiros (médias) mais relevantes do sector veterinário. Reportar-me-ei ao ano de 2019, uma vez que os dados de 2020 apenas estarão disponíveis em meados de 2021. (Os valores apresentados não incluem IVA)

O setor mantém a sua enorme vitalidade, apresentando crescimentos ano após ano, ainda que com níveis de rentabilidade “curtos” e abaixo do merecido. Isso significa que a missão veterinária é muito mais forte que os números, é sobre paixão, amor e dedicação pela causa.

 

Continua a ser um enorme prazer servir esta classe, única no panorama nacional.