- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

Investigação quer desenvolver ferramentas de diagnóstico para cancro mamário em cães

A Universidade de Saskatchewan, no Canadá, vai iniciar uma investigação para desenvolver ferramentas de diagnóstico melhoradas para a deteção de cancro mamário [1] em cães. O projeto recebeu recentemente financiamento da Morris Animal Foundation. O projeto conta ainda com a Pet Valu e a Blue Buffalo como parceiros de financiamento.

Segundo explicado em comunicado [2], o cancro mamário é um diagnóstico comum em cães fêmeas.  Atualmente, não há forma de rastrear cães de alto risco para lesões mamárias precoces – e até 60% destes tumores já são malignos no momento do diagnóstico.

 

“O cancro mamário continua a ser um problema significativo para os cães, mas como em outros cancros, a deteção anterior abre possibilidades para resultados significativamente melhores do tratamento”, disse a diretora científica da Morris Animal Foundation, Janet Patterson-Kane.

Os investigadores da Universidade de Saskatchewan, liderados por Melissa Meachem, vai investigar o papel de três marcadores celular na progressão do cancro, desde lesões iniciais benignas a cancro agressivo.

 

Em estudos humanos anteriores, o aumento da expressão destes marcadores celulares nas mulheres estava ligado ao cancro mamário. Se forem bem-sucedidos, os investigadores explorarão o uso destes marcadores para melhorar os diagnósticos precoces de tumores mamários em cães.