Quantcast
Animais de Companhia

Royal Veterinary College: Estudo identifica risco alarmante de osteossarcoma em cães gigantes

Uma nova investigação do Royal Veterinary College (RVC) revelou a frequência e os fatores de risco de osteossarcoma em raças de cães no Reino Unido. As conclusões indicam que o tumor ósseo é mais comum em cães de raça gigante, incluindo o Scottish Deerhound (3,28% de todos os cães afetados a cada ano), Leonberger (1,48%), Dogue Alemão (0,87%) e Rottweiler (0,84%).

3 treinadores certificados, num ano em que já se registaram 1040 ataques de cães

 

Os resultados revelam um risco significativo de osteossarcoma por parte das raças de cães gigantes em comparação com cães de raça indefinida. Os Scottish Deerhound mostraram-se 118 vezes mais propensos a desenvolverem a doença do que os cães de raça indefinida, Leonbergers 56 vezes mais propensos, Dogues Alemães 34 vezes e Rottweilers 27 vezes.

O estudo também identificou as raças que apresentam um risco relativamente baixo em comparação com os de raça indefinida, entre eles encontram-se os Cocker Spaniel Inglês (x 0,18 vezes), Shih Tzus (x 0,12 vezes) e Jack Russell Terriers (x 0,05 vezes). O Royal Veterinary College reforça que as diferenças identificadas entre raças de alto e baixo risco podem ajudar a entender que a seleção de cães de tamanho corporal gigante assume-se como um dos principais fatores para o desenvolvimento de osteossarcoma em cães.

 

Liderado pelo programa VetCompass do RVC, o estudo utilizou registos clínicos veterinários e analisou uma amostra de 905.552 cães do Reino Unido durante o ano de 2016.

A pesquisa encontrou 331 casos de osteossarcoma na população, dando uma frequência de um ano de 0,037%, mostrando que o osteossarcoma não é comum em cães no geral. O aumento do peso corporal e o envelhecimento foram associados ao aumento do risco da doença; a idade média no momento do diagnóstico foi de 9,64 anos e o peso corporal médio dos cães afetados foi de 33,04 kg, em comparação com uma média de apenas 13,95 kg em cães sem osteossarcoma.

 
Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?