Quantcast
Enfermeiros Veterinários

Enfermeiras veterinárias criam podcast para dar voz à classe

Sandra Félix e Ana Sêco são enfermeiras veterinárias e dão voz à plataforma Vet Nurse FM, um podcast que pretende chegar a todos os profissionais de saúde animal, principalmente enfermeiros veterinários, abrindo debate para temas atuais da classe e promovendo boas práticas, através de partilha de experiências e conhecimento.

A ideia do podcast Vet Nurse FM surge no decorrer de uma conversa. “Apercebemo-nos que temos muito para dizer acerca da nossa profissão. Em Portugal faltava uma plataforma onde os enfermeiros veterinários pudessem ver reunidos os temas que lhes interessam, os percursos profissionais que os possam inspirar e ainda as formações e os recursos (essencialmente de acesso livre) que importam, discutidos e apresentados na voz de colegas com que se possam identificar”, explica Sandra Félix, enfermeira veterinária no hospital Tierklinik Hofheim, na Alemanha.

A pandemia e os desafios a ela associados, particularmente relacionados com o desgaste psicológico das equipas, tiveram também influência na urgência da criação da plataforma. “Acreditamos que a existência deste podcast, e também do nosso Instagram, pode servir igualmente como apoio (e até uma companhia) para muitos profissionais da saúde animal, numa altura tão específica como esta, cheia de desafios. E pode chegar a imensas pessoas, a qualquer hora e em qualquer lugar, sem quaisquer custos associados”, revela a enfermeira veterinária.

Sandra Félix

O podcast tem periodicidade mensal. Por norma é lançado um novo episódio na primeira sexta-feira de cada mês. “O que é ser um enfermeiro veterinário durante a pandemia?”, “Que tipo enfermeiro gostarias de ser no futuro?” são algumas das perguntas que já abriram a discussão. A importância da emigração e os desafios de construir uma equipa também já foram temas abordados. “Temos ainda alguns episódios extra, a que chamámos ‘Sintoniza-te com…’, que não têm periodicidade definida, onde damos a conhecer o percurso profissional de colegas da saúde animal (médicos veterinários, enfermeiros veterinários, auxiliares de medicina veterinária, rececionistas, profissionais da estética animal, entre outros)”, explica Sandra Félix.

As duas enfermeiras conheceram-se no Porto, em 2012, numa pós-graduação da Improve International, em Técnicas Práticas para Enfermeiros Veterinários. Durante nove anos foram mantendo contacto, essencialmente através das redes sociais. “Sempre admirei a Ana, por ser uma profissional tão versátil e conseguir ‘casar’ áreas tão distintas de conhecimento – a enfermagem veterinária e o marketing -, mas que acabam por se imiscuir muitas vezes. Sobretudo admiro-a por ser uma excelente comunicadora”, revela.

Ana Sêco

Ana Sêco

Ana Sêco é licenciada em Enfermagem Veterinária pela Escola Superior Agrária de Viseu e mestre em Marketing pela Universidade de Aveiro. Criou a comunidade Vet Nurse Daily, para enfermeiros veterinários – local de partilha de casos, dicas, ofertas de emprego e outros conteúdos relevantes para a classe – e atualmente é enfermeira veterinária na Clínica Veterinária Planeta Animal, em Aveiro. Sandra Félix é licenciada em Enfermagem Veterinária pela Escola Superior Agrária de Elvas e concluiu o Certificate in Veterinary Nursing in Emergency and Critical Care (CertVNECC), da Vets Now, na Escócia. Atualmente trabalha na Alemanha, no hospital Tierklinik Hofheim, onde se dedica exclusivamente a pacientes internados.

No projeto Vet Nurse FM, a divulgação dos episódios no Instagram e a pesquisa de recursos para as rubricas está a cargo de Sandra Félix, já a edição de áudio e criação de layouts fica à responsabilidade de Ana Sêco.

Apostar na formação científica

Uma das principais preocupações desta plataforma passa pela divulgação de cursos, formações e livros que privilegiam o conhecimento científico para enfermeiros veterinários. “O nosso objetivo é, através da rubrica “Um Rato na Biblioteca”, divulgar essencialmente formações, webinars e artigos que sejam de acesso gratuito, visto que uma das grandes dificuldades dos enfermeiros veterinários portugueses passa por obter recursos para financiar a sua formação. Infelizmente, muitos dos recursos que partilhamos são originários do Reino Unido, Canadá e Estados Unidos da América (países onde a nossa profissão existe há mais anos) e estão, por esse motivo, em inglês. Mas acredito que, com o tempo, a tendência seja surgirem cada vez mais plataformas com recursos gratuitos, em língua portuguesa”, sublinha.

O potencial da enfermagem veterinária em Portugal

A progressão de carreira é um dos aspetos que mais preocupa Sandra neste momento. “Chegamos a uma fase da nossa vida profissional em que a experiência e o conhecimento aumentam, mas não conseguimos encontrar uma função dentro da nossa área em que possamos aplicar toda esta ‘bagagem’ ao serviço dos nossos colegas, das empresas onde trabalhamos e da comunidade onde nos inserimos.”

Sandra Félix trabalha na Alemanha desde 2016 e a distância fê-la valorizar ainda mais o potencial da enfermagem veterinária em Portugal. “Muitas vezes o que falta são oportunidades. Os enfermeiros veterinários portugueses são profissionais de grande qualidade, que em nada ficam atrás dos colegas estrangeiros. Por isso mesmo, e porque acredito que somos profissionais capazes de mais e melhor, no nosso podcast foco-me essencialmente em incentivar os colegas a nunca pararem de aprender, a quererem ser melhor todos os dias, a lutarem pelos objetivos e a motivarem os colegas que estão mais desanimados com a profissão”, salienta.

“É extremamente importante ter uma entidade que nos possa representar”

Para Sandra é fundamental ter uma classe profissional unida e coesa, que gere mudança. Mudança que, segundo a enfermeira veterinária, deve começar no seio das equipas de trabalho. “A nossa opinião e os nossos pontos de vista devem ser levados em conta nos nossos locais de trabalho. Somos profissionais que têm contacto direto com pacientes e com os tutores e podemos gerar feedback importante para melhorar o dia-a-dia das empresas.”

Não deixou escapar a reativação da Associação de Enfermeiros Veterinários Portugueses, que anunciou recentemente os resultados das eleições e conta com uma nova direção. Sandra Félix considera vital para o desenvolvimento e reconhecimento da profissão, “tanto para o meio profissional, como para a sociedade em geral. Além disso, é também extremamente importante ter uma entidade que nos possa representar, e estabelecer linhas guia no que diz respeito aos nossos direitos e deveres profissionais”, conclui.

*Podem encontrar o podcast através do link (linktr.ee/vetnursefm), disponível na bio do Instagram (@vetnursefm), ou por pesquisa direta em diversas plataformas (Spotify, Anchor, Apple Podcasts, Google Podcasts, Breaker, Overcast, Pocket Casts e Radio Public).

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?