- Veterinaria Atual - https://www.veterinaria-atual.pt -

“É uma obrigação nossa tirar este miserabilismo”

“É uma obrigação nossa tirar este miserabilismo. Durante muitos anos, aos nossos colegas foi incutido que o médico veterinário tinha de trabalhar pela paixão à profissão, ganhando pouco, encaminhando-se para uma situação medíocre”, declara Luís Montenegro, diretor clínico do Hospital Veterinário Montenegro [1] (HVM), em reação aos resultados do Barómetro VETERINÁRIA ATUAL 2022. [2] Durante 2021, as condições salariais e a progressão na carreira foram as maiores preocupações dos médicos veterinários.

Na sua visão, “os gestores dos CAMV têm de ter como prioridade preservar e melhorar as condições dos médicos veterinários. Organizar melhor as estratégias, para conseguir condições para pagar melhor o esforço”.  O responsável clínico nota que “é preciso estagnar a sangria de profissionais que saem do País” e para tal é necessário conferir melhores salários. “O que mais preocupou os médicos veterinários em 2021? Vou continuar esse esforço porque é o caminho e o futuro”, conclui.

 

Luís Montenegro destaca ainda o papel que a Ordem dos Médicos Veterinários (OMV [3]) deve assumir nesse sentido. “Temos de pedir à Ordem para que nos ajude nessa missão, nomeadamente, a organizar a classe para as especialidades e para a progressão da carreira. Essa progressão não vai funcionar se for só associada à experiência e aos anos de atividade. De uma vez por todas, a Ordem organizar-nos por valor científico, inerentemente associado às especialidades”.

A saúde mental/burnout obteve também uma posição destacada no Barómetro VETERINÁRIA ATUAL 2022, ocupando o segundo lugar do pódio das preocupações. Em terceiro lugar ficou a “Eficiência e desempenho das funções”.

 

Relativamente à saúde mental, o diretor clínico do HVM identifica como solução o aumento da remuneração. “Para estarmos em equilíbrio, temos de trabalhar e usufruir. É fundamental que a classe seja mais bem paga para não ter de fazer horas extras”. O trabalho de equipa é também considerado essencial. “Se ajudarmo-nos entre todos para pudermos superar a exigência dos clientes, todos juntos vamos conseguir estar mais confortáveis.”

A VETERINÁRIA ATUAL aferiu também as áreas mais urgentes e que merecem maior atenção por parte da classe. Neste campo, destaca-se com uma margem significativa a “Promoção do papel do médico veterinário”, seguindo-se a “Especialização do papel do médico veterinário” e a abordagem “One Health”.

 

Luís Montenegro considera que a primeira e a terceira área mais votadas estão conectadas. “Se o médico veterinário chamar a si mesmo esta responsabilidade da One Health, o médico veterinário vai ser respeitado na sociedade”. “A melhor forma de promover o papel do médico veterinário é via One Health e é esta que vai dar mais expressão e valor ao papel do médico veterinário.”