Quantcast
Animais de Produção

Carne d’erva: o conceito está no nome

A Carne D’Erva, marca detida pela Meadow – Agricultural Asset Management, apresenta-se como “um novo conceito de produção com origem 100% portuguesa assente em valores que promovem a sustentabilidade e uma experiência de elevada qualidade no consumo de carne”.

O projeto surgiu em 2017 e dedica-se à produção de carne de vaca de forma natural e sustentável, com uma filosofia assente em quatro pilares: produção a partir de animais nascidos e criados em Portugal, animais exclusivamente alimentados a erva a partir de pastagens biodiversas compostas por variadas espécies de plantas, respeitando o equilíbrio do ecossistema, neutra em carbono e sem quaisquer aditivos, hormonas e antibióticos.

Os bovinos crescem na lezíria ribatejana de Vila Franca de Xira, numa exploração que conta com 100 hectares de terreno e onde 150 animais pastam livremente. O processo de engorda leva entre 10 e 24 meses.

“Na exploração não há um animal que seja submetido a confinamento e na engorda, embora demore mais tempo, não é utilizada qualquer metodologia grain-fed, em que os animais são submetidos a uma alimentação com base em concentrados, cereais e outros subprodutos que podem ser prejudiciais à saúde”, explica João Testos Pereira, engenheiro zootécnico e sócio-fundador da Carne D’Erva.

Segundo o responsável, o cuidado da gestão da produção de carne nestes campos visa a manutenção e promoção de todo este habitat, através de uma agricultura de conservação com intervenção mínima.

Em comunicado, a marca salienta ainda que o “ecossistema onde está inserida a exploração, praticamente em pleno estuário do Tejo, é extremamente rico em fauna, flora e microbiota”, apresentando solos “muito ricos em diversos minerais conferindo às pastagens todos os nutrientes que são necessários para alimentar os animais”.

Como fatores de diferenciação do projeto – sendo o principal a sustentabilidade da produção -, destaca-se a autossuficiência alimentar para todos os animais a partir de pastagens permanentes biodiversas, a promoção da melhoria e regeneração do solo, o uso eficiente da água, a não utilização de fertilizantes azotados e o sequestro de carbono.

A comercialização é feita essencialmente através do canal e-commerce, através do site, no qual é possível encontrar uma dezena de produtos de carne de bovino com cortes distintos e quatro packs temáticos, com uma oferta adequada a cada perfil de consumidor.

As peças são embaladas em vácuo e ultracongeladas para envio ao consumidor, por forma a qualidade do produto e segurança. Os packs são vendidos para todo o País, do Minho ao Algarve, não só para o cliente final como para a área da restauração, lojas gourmet e mercearias de bairro. De acordo com a empresa, por ano, são vendidas 35 toneladas de carne em todo o País.

Este site oferece conteúdo especializado. É profissional de saúde animal?